Relacionamento com Deus

Temos a oportunidade de levar crianças, adolescentes e adolescentes numa empolgante jornada de conhecimento do caráter de Deus e seus propósitos, ensinando-os a ouvir a sua voz, obedecendo-o em cada detalhe, demonstrando na prática o que significa viver como um amigo de Deus que caminha em Santidade e no Temor do Senhor.

Jovens são dscipulados tendo a Bíblia como regra de fé e prática, mantendo Jesus Cristo como foco central. A medida que experimentam a graça de Deus em suas vidas, eles desejarão tornar esta mesma graça conhecida à outros. A primeira atitude de seus corações deverá ser sempre perguntar: “Senhor como posso hoje, alegrar o Teu coração?”.
Eles precisam entender que sua fundamental e mais importante prioridade é ministrar ao coração de Deus.

Discipulado no contexto da vida diária

Porque KK é interdenominacional em sua abrangência, mantemos o foco no caráter de Deus e nos princípios Bíblicos, ao invés de adotar preferências doutrinárias denominacionais. Enquanto líderes precisamos seguir o exemplo de liderança de Jesus, o líder que veio para servir. Jovens precisam ver suas atividade e performances como uma direta conseqüências de seu amor por Deus, e não como uma maneira de ganhar reconhecimento ou mérito. Precisam ser ensinados a como ter na satisfação da vontade de Deus a sua maior recompensa. E fazendo isto, a medida que deixam de lado disputas pessoais e consideram outros mais importantes que eles mesmos, se tornarão vivas expressões do Reino De Deus.

O principal objetivo das campanhas e demais programas de King’s Kids é ajudar é ajudar cada jovem a desenvolver um estilo de vida alinhado ao caráter de Deus. Uma campanha não pode de forma alguma ser apenas um momento emocional. Por isto a avaliação ao final é tão importante quanto a preparação que antecedeu o trabalho. Os participantes precisam retornar às seus lares e comunidades com um sentimento de satisfação e expectativa pelo que Deus fará em sua vida no restante do ano.

Capacidade espiritual da criança

Acreditamos na capacidade espiritual de crianças e jovens de conhecer a Deus e proclamar a sua palavra. Observando os evangelhos, pode-se perceber muitas vezes eram as crianças que tinham o discernimento espiritual de entender quem Jesus era de fato. Precisamos seguir o exemplo de Jesus abrindo espaço em nossas vidas para as crianças e jovens. Com um melhor entendimento dos estágios do desenvolvimento físico e emocional das crianças, seremos capazes de direcionar o ensino e discipulado para atender às necessidades específicas destas etapas.

É de importância vital que vejamos adolescentes como adultos em treinamento de liderança, permitindo-lhes assumir responsabilidade em alguns dos aspectos do trabalho em equipe e tomada de decisões. Também apoiamos pré-adolescentes proporcionando-lhes um estilo de aprendizado de liderança.

A importância da familia e a conexão entre as gerações

O lar é visto como o centro de aprendizado e serviço, e a plataforma para impactar uma comunidade. Encorajamos familias inteiras a envolverem-se com campanhas e eventos de King’s Kids. Estes programas proporcionam a oportunidade para que os membros da familia envolvam-se juntos no ministério. Através deste ato de entrega e disposição muitas vezes cada um destes encontra transformação e restauração pessoal.

No ambiente de uma campanha, onde encoraja-se a presença de uma ampla variedade de faixas etárias, é possível encontrar uma tremenda força e equilíbrio resultante da combinação das diferentes gerações, de forma que estas, dentro da familia de Deus, possam mutuamente aprender e ensinar.

Liderança em equipe

A chave para liderança efetiva de equipe encontra-se em relacionamentos baseados em verdadeiro amor que escolhe voluntariamente servir um ao outro. Este tipo de liderança colaborativa traz equilíbrio ao processo de tomada de decisões. É fato que nenhum processo de tomada de decisão deve ser concluído, sem consultar a direção específica do Senhor para tal, e sem que haja consenso entre todas as partes na equipe de liderança. Muito embora o líder da campanha carregue a responsabilidade da decisão final, as atividades diárias da equipe de liderança precisam ser compartilhadas entre aqueles responsáveis por diferentes áreas. Isto permite que jovens recebam instrução através de uma variedade de estilos diferentes de liderança.

Contudo a estrutura de liderança, e suas conseqüentes responsabilidades, precisa ser clara a todos os obreiros e participantes, evitando qualquer confusão. Cuidar de crianças e jovens é um tarefa de grande responsabilidade, por isto é importante que aqueles envolvidos em liderança sejam adequadamente treinados em suas áreas de responsabilidade. Eles precisam estar plenamente atentos e informados de todas as medidas preventivas e de segurança necessárias, e assumir plenamente suas responsabilidades enquanto estiverem supervisionando a equipe.

Alcançar

Louvor e adoração devem ser parte integral de cada dia. Adoração que não é centralizada nela mesma, mas que compartilha o coração de Deus. A medida que jovens comecem a sentir o clamor do coração de Deus, e ver o quanto Ele chora por este mundo ferido, serão levados a interceder e a serem envolvidos em batalha espiritual por aqueles a quem ministrarão. A conseqüência natural deste amor por Deus será revelada num desejo de alcançar a outras pessoas e compartilhar o amor de Deus com estas. Os jovens do século 21 tem um papel fundamental no cumprimento da Grande Comissão, influenciando todas as esferas da sociedade com os valores do Reino de Deus.

Como líderes precisamos reconhecer que é desejo de Deus usar a fé e a simplicidade como a encontrada na crianças para romper algumas das maiores barreiras espirituais (Salmos 8:2). Devemos cuidadosamente não impedir crianças de participar de experiências onde verão o poder maravilhoso de Deus em ação. É comumente em meio as mais densas trevas onde a glória de Deus brilhará com mais intensidade, a medida que crianças e jovens declaram quem Ele é para eles.

Acreditamos que Deus tem um propósito e chamado para os jovens desta geração. Eles não devem ser encorajados a contentarem-se com menos que isto, mas sim a comprometerem-se radicalmente em obedecer ao Senhor.